Archive

Archive for fevereiro \28\UTC 2011

Resenha: Rise of the Runelords Player´s Guide

fevereiro 28, 2011 Deixe um comentário

Lançamento: Agosto/2007

Editora: Paizo Publishing

Sistema: OGL 3.5E

Autor: F. Wesley Schneider

Link: Rise of the Runelords Player´s Guide

Qual a ideia por trás de um guia de jogador para uma campanha de RPG ? Orientar os jogadores sobre como criar personagens relevantes e envolvidos com a história a ser contada. Neste caso, a campanha que iria começar seria o inicio de um projeto ambicioso e precisava cativar o leitor de maneira rápida. O guia dos jogadores de Rise of the Runelords executa esta função de maneira exemplar, é muito difícil lê-lo sem sentir vontade de jogar a campanha e conhecer o cenário de Varisia, e sendo um produto gratuito (em sua versão PDF) é geralmente o primeiro contato da maioria das pessoas.

Apesar de ser um livreto (16 paginas), conta com a qualidade que a Paizo dá em todos os livros, tem belas ilustrações e mapas, a capa imita um livro de capa de couro e contem vários textos para causar imersão no cenário sendo totalmente livre de spoilers da trama. Fora introduzir o jogador a Adventure Path, o guia também visa introduzir o cenário de Varisia, região que faz parte do mundo de Golarion que é o mundo cenário principal da editora (e por enquanto único). A Varisia apresentada no livro é uma terra de fronteira repleta de ruínas gigantescas de uma civilização que os sábios julgam ter acabado há mais de 10.000 anos atrás (talvez Raul Seixas saiba alguma coisa), sendo recém conquistada dos povos nativos pela nação de Cheliax, está a margem do mundo civilizado e é um território fértil para inúmeras aventuras. O livro demonstra como cada classe e raça está envolvida nesse contexto e de como pode ser inserida no inicio da história (embora futuros guias dos jogadores sejam bem mais eficientes nesta tarefa).

Races of Varisia: Aqui somos apresentados as etnias humanas de Varisia: Varisianos, Shoanti e Chelaxianos. Varisianos são um povo nômade nativo de Varisia com uma enorme cultura mistica e de tradição oral que viaja pelo mundo de Golarion, eles se assemelham um pouco com ciganos e tem o mesmo estigma social; Shoanti são o povo bárbaro que lutou bravamente contra Cheliax e foi derrotado e expulso para os planaltos desérticos de Varisia e se dividem em diversas tribos; Chelaxianos são como são conhecidos todos os humanos que não são Varisianos ou Shoanti tendo eles nascido em Cheliax ou não (nesse momento as nações de Golarion fora de Varisia ainda não tinham sido bem definidas, mais tarde novas etnias foram adicionadas a medida que o mundo é explorado). Depois disso há uma breve descrição das raças semi-humanas e como estão inseridas em Varisia, contudo pouco se fala sobre a cultura geral das raças no mundo.

Adventurers of Varisia: Nesta seção chega a vez de como as classes se inserem no cenário, existem parágrafos apenas para as classes do livro básico do 3.5E mostrando possíveis origens para personagens, informações pertinentes a cada classe (inimigos para rangers, deuses para clérigos, animais nativos para druidas etc…). Se por um lado o capitulo das raças tratou mais de questões politicas, aqui trata-se de questões mais praticas para os personagens, é de longe o capitulo mais útil e o mais interessante já que o texto possui uma alta densidade de pequenos detalhes que dão sabor ao background de um personagem, contudo quase não tem adição de regras.

Equipment of Varisia: Um breve detalhamento de novos itens comuns a região, alguns do quais acabaram se tornando bem importantes no sistema Pathfinder RPG aparecem pela primeira vez aqui. Não possui itens mágicos (os itens mágicos novos são apresentados como caixas de texto laterais dentro das aventuras), mas algumas coisas interessante como uma nova armadura para bárbaros chamada Hide Shirt (uma armadura leve melhor que leather armor), vários cachecóis especiais para personagens Varisianos (cheios de utilidades escondidas), a starknife que é uma arma preferida pela deus das estrelas Desna e é uma faca de quatro pontas que pode ser arremessada como uma shuriken gigante e o massivo earthbreaker que é a versão martelo da greatsword usada pelos Shoanti.

Varisia: Este é o capitulo que fala sobre o cenário e as regras especiais para se jogar em Rise of the Runelords. Basicamente são novos talentos que os personagens podem adquirir para representar um elo maior com a região (inclusive o livro dá a possibilidade de que cada personagem escolha um e ganhe de graça, algo que eu recomendo dado o nível de dificuldade da campanha), mas tarde em outras adventure paths esse conceito se transforma em algo bem interessante chamado Campaing Traits se diferenciando dos talentos. Alguns são bem poderosos como o Big Game Hunter que dá +1 no ataque e no dano contra criaturas Large ou maior, outros são nivelados para baixo como o Cityborn que a depender da cidade natal do personagem, dá um bônus em algumas perícias. Também existem umas caixas de texto falando sobre alguns locais notórios de Varisia e os idiomas mais falados (que inclui algumas opções que nem são tão importante na história, mas é compreensível para evitar spoilers).

Sandpoint: Finalmente, é feita a introdução de Sandpoint que é a cidade inicial da campanha e é altamente recomendado que os personagens ou sejam nativos de lá ou já vivam lá há muito tempo. Se os jogadores não souberem ler em inglês, eu recomendo traduzir pelo menos este capitulo, pois o clima dele é muito bom para acolher os personagens no cenário. Tem um quem é quem na cidade, fofocas locais (ótimas para testes de Garther Information e Knowledge Local) e todas as informações que um nativo precisa saber sobre a cidade (embora no Pathfinder #1 temos uma descrição muito mais completa da cidade, mas esta ultima tem coisas que nem todo mundo da cidade tem obrigação de saber).

Draco-avaliação final: O livro é de graça (basta apenas se cadastrar no site da Paizo e adicionar a seu carrinho) e quem for mestrar Rise of the Runelords pode ficar tranquilo em pedir que todos os jogadores tenham o PDF e usem como consulta constante e se todos lerem antes de fazer personagens pode ter certeza que o jogo será ótimo. De graça até injeção na testa, mas não vou mentir, o único uso desse livro fora quem planeje jogar RotR é ficar com água na boca. Esse livro dá vontade de jogar, é sério. Varisia e Sandpoint são cenários fantásticos e são tão ricos que valem mil aventuras (tivemos problemas em nos focar em RotR porque é muito fácil imergir nesse lugar, tem vários plots que nada tem haver com a saga) e mesmo que seja só para conhecer o trabalho da Paizo, é uma amostra do que um bom D&D pode ser. Os outros guias dos jogadores são melhores em preparar os jogadores para a campanha especifica, mas este introduz a região de Varisia muito melhor. Conteúdo obrigatório do HD de todos que tem interesse por D&D.

Notas:

  • Diversão: 8
  • Aproveitamento: 7
  • Arte: 9
  • Sistema: 7,5
  • Background: 9
  • Média Final: 8,1
Categorias:Reviews Tags:, ,