Início > Reviews > Resenha – Pathfinder Chronicles: Gods & Magic (OGL)

Resenha – Pathfinder Chronicles: Gods & Magic (OGL)

Até o momento, este livro é o principal livro sobre os deuses de Golarion mesmo ainda seja um livro OGL 3.5. Depois dele existem apenas as informações sobre os deuses no livro principal do cenário (atualmente o Inner Sea World Guide) e uma versão voltada para jogadores e dividida em três livros (Faiths of Purity, Faiths of Balance e Faiths of Corruption) sem “spoilers” sobre os mistérios divinos. Gods and Magic é um livro eficiente e didático sobre as 20 divindades primárias do Inner Sea, e ainda dedica espaço a divindades secundárias como deuses raciais e entidades regionais. Talvez seu maior pecado seja realmente só se concentrar em dar referências sobre os deuses em si e falar pouco sobre as religiões criadas em volta de cada divindade (papel que se desenvolve melhor nos livros citados anteriormente e nos artigos sobre os deuses presentes na segunda e quinta aventura de cada adventure path).

Iomedae

Introduction – O livro já começa com uma tabela gigante na contra capa contendo todos os deuses citados no livro, seus portfólios, tendências, armas prediletas e domínios (extremamente prático para referencia rápida). O livro introduz o funcionamento politeísta de Golarion, uma rápida história do que é conhecido sobre os deuses (sem falar sobre a cosmogonia do mundo que até hoje não foi contada) e discorre sobre os métodos pelos quais mortais supostamente se tornaram deuses existentes no mundo.

Gods of Golarion – Ocupando 40 das 64 páginas do livro (exatamente duas páginas para cada), este capitulo possui informações mais detalhadas sobre os deuses, contado suas histórias, um pouco sobre os clérigos e templos, uma ilustração (muito boas, mas simples) e pelo menos uma magia nova inspirada naquele deus (algumas foram felizes em realmente serem representativas como as magias de Asmodeus, Sarenrae e Iomedae; mas a maioria não teve muita inspiração, não que sejam magias ruins mas não são nada demais para serem milagres exclusivos para os servos daquele deus).

Asmodeus

Como um todo o panteão de Golarion é genérico o suficiente para serem substituídos pelo panteão da maioria dos cenários sem muitos problemas, mas isso não quer dizer que ele não possua boas idéias que bem desenvolvidas se tornam muito boas. Por exemplo, como não gostar de Cayden Cailean, deus da liberdade, da bebida e da bravura, que se tornou uma divindade por uma ocasião de uma aposta de bêbado onde ele acabou passando pelo teste da Starstone (basicamente é uma espécie de teste muito difícil onde quem vencer se torna um deus, mas apenas três mortais conseguiram) totalmente embriagado. Ou Asmodeus que apesar de ser o diabão-mor, é o deus dos contratos e portanto figura importante nas relações entre os deuses. Ou Pharasma, que é tanto a deusa da morte quanto da vida e do destino e julga sabiamente o destino de todos no pós-morte. Uma deusa que eu particularmente gostei muito foi Desna, deusa das estrelas, dos sonhos, da sorte e dos viajantes, mesmo sendo uma das mais velhas das deusas e de ter passado por muitas perdas e sofrimentos, nunca deixa de se encantar com o mundo e cada coisa nova a ser descoberta no mundo. Os deuses malignos são realmente malignos e tem motivações bem críveis para ser o que são (há muito sofrimento no mundo de Golarion) e existem poucos vilões sem profundidade.

Other Gods – Aqui vemos os deuses menores e muitos parecem estar apenas completando cota (apesar de Golarion ter os menores panteões raciais que eu já vi), mas mesmo os mais rasos possui um ar mítico bastante inspirador que podem realmente inspirar um jogador a fazer um clérigo daquele deus não somente porque ele oferece melhores domínios ou armas prediletas. Também são fornecidos dois novos domínios: Void (poder sobre o vazio entre as estrelas), e scalykind (poder sobre criaturas reptilianas).

Magic – Novos itens mágicos e artefatos relacionados aos deuses (que antigamente eram chamados de relíquias, mas não tem mais essa diferenciação nos livros da Paizo). Todos eles tem funções exclusivas para pessoas com um determinado deus como patrono e seguem o mesmo nível de criatividade e relevâncias que as magias novas apresentadas anteriormente, um e outro valem a pena e outros são medianas ou sem muita inspiração.

Urgathoa

Draconclusão: Para jogadores do Pathfinder RPG este é um livro meio ultrapassado embora ainda seja a fonte com melhor custo beneficio sobre informações sobre os deuses de Golarion. Agora que os 20 artigos sobre os deuses serão completados com a quinta aventura de Skulls and Shackles, talvez seja feita uma nova compilação voltada para o Pathfinder RPG. Mas mesmo assim a parte sobre os deuses é muito boa e serve como ótima referencia sobre este novo panteão que embora não tenha uma tradição ou reconhecimento como os dos deuses de Forgotten Realms ou Dragonlance, são muito bem projetados e executados para se tornarem futuros clássicos e merecem uma chance.

Pathfinder Chronicles: Gods & Magic (OGL)

Notas: Sistema: 5,5 História: 9,0 Arte: 8,0 Relevância: 8,5 Média Final: 7,7

Editora: Paizo Publishing

Autor: Sean K Reynolds

Sistema: OGL 3.5E

Lançamento: Setembro/2008

Descrição: Livro 64 páginas capa mole

Ver o livro na página da Paizo

Anúncios
Categorias:Reviews Tags:,
  1. setembro 16, 2011 às 12:24 pm

    Achei que esse livro é justamente o que o Deties and Demigods deveria ter sido. Um livro com informações úteis para se jogar com clérigos de cada divindade. Incluindo dados sobre a igreja e hieraquia, dogmas e festividades, ao invés de um apanhado de fichas de divindades que só demonstram o quão falho é o epic level handbook.

    • setembro 17, 2011 às 10:25 am

      Como um livro de deuses vc tem razão. Mas como fã de Planescape, eu não posso deixar de dar valor aos deuses da mitologia terrestre. On Hallowed Ground ainda é o top livro de deuses na minha cabeça. Para superar, só se um dia fizessem algo parecido só que incluindo a mitologia judaico-cristã.

  2. agosto 16, 2013 às 1:43 pm

    Grande resenha. Mandou bem, Draco!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: