Início > Reviews > Resenha – Pathfinder Chronicles: Curse of the Crimson Throne Map Folio

Resenha – Pathfinder Chronicles: Curse of the Crimson Throne Map Folio

Pathfinder Chronicles: Curse of the Crimson Throne Map Folio

Com Curse of the Crimson Throne se aproximando do fim, e o eminente lançamento do D&D 4E, a Paizo tomou a decisão de encarar o desafio de seguir sozinha e o anuncio do Pathfinder RPG foi feito, ainda demoraria um ano até seu lançamento na Gen Con de 2009, mas já se sabia que o D&D 3.5E estava com seus dias contados. Certamente deve ter sido uma decisão bastante difícil, mas se não fosse pelo incrível sucesso de Rise of the Runelords e Curse of the Crimson Throne a história certamente teria sido bem diferente.

O Map Folio é uma coleção dos mapas de toda uma adventure path, seja para usar como exemplos de mapas ou de ter uma cópia de cada mapa não inserida nos livros das aventuras (algo muito prático). Em comparação ao Map Folio de Rise of the Runelords tivemos boas melhorias, começando pela qualidade do papel que é mais grosso e resistente. Existem dois mapas posteres, um detalhando Varisia e outro detalhando a cidade de Korvosa (sendo igual ao mapa contido em Guide to Korvosa, logo é uma alternativa para quem quer o mapa e não deseja comprar o livro). Como uma forma de reavivar a memória antes do final, vamos ver os mapas em destaque de cada aventura (até porque nessa era de tablets, o uso de visualizadores de mapas está cada vez mais difundido).

(Alguns Spoilers a frente, mas apenas nomes de lugares onde haverá combate)

Edge of Anarchy: Devido a sua natureza urbana, os mapas de EoA são predominantemente urbanos detalhando pequenas localidades ou edificações. Dentro dele temos excelentes peças como Eel´s End e Dead Warrens que são um conjunto de barcos encalhados transformados em cortiço e uma dungeon clássica curta e tradicional.

Seven Days to the Grave: O estilo de EoA é carregado para SDttG, Carowyn Manor é um ótimo mapa de uma mansão medieval urbana com jardim que pode ser reciclada como diversos tipos de localidades semelhantes. The Direption é um mapa de um navio naufragado em diversos ângulos, embora talvez um engenheiro naval possa contestar a maneira que suas “salas” estão dispostas.

Escape from Old Korvosa: A mansão Arkona é outra forma de estabelecer mansões urbanas, enquanto o mapa do Vivified Labirinth é um excelente mapa de dungeon com paredes que se movem.

A History of Ashes: Como uma aventura mais politica e social, tivemos apenas um mapa que foi do acampamento Shoanti (um raro detalhamento de uma tribo bárbara nômade). As poucas dungeons de HoA estão todas ausentes, tornando o produto menos atrativo para quem quiser usar em conjunção com esta aventura (principalmente quem quiser projetar o complexo campo de batalha que acontece na Acropolis of Thrallkeepers.

Skeletons of Scarwall: Scarwall é um enorme castelo (que não é um quadrado perfeito, o que é sempre bom) com diversas alas e andares (tanto superiores como torres bem acima do castelo), os erros do mapa da aventura original não foram corrigidos mas isso é irrelevante a quem quer o mapa para outros usos.

Crown of Fangs: O grande final de Curse of the Crimson Throne tem mapas complexos (mas não tanto quanto Scarwall) de um castelo e uma outra dungeon. Infelizmente o castelo é muito regular, tirando a sensação arquitetônica e parecendo apenas uma dungeon acima do solo.

Notas: Aproveitamento: 7,5 Arte: 7,5  Média Final: 7,5

Lançamento: Julho/2008

Editora: Paizo Publishing

Cartógrafo: Rob Lazzaretti

Link: Pathfinder Chronicles: Curse of the Crimson Throne Map Folio 

Anúncios
Categorias:Reviews Tags:, ,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: